quinta-feira, março 09, 2006

Da cor dos olhos

Ele havia dito a ela, naquele dia: “pensei em você o dia todo”.

Mas já fazia tempo.

Ele foi embora. E ela quer esquecer, e não consegue. Faz de tudo. Faz o possível. Passa o dia atarefada, e orgulha-se. Em casa, vai dormir.

“Pensei em você o dia todo”, diz ele. Ali. Ao seu lado. Presença invisível. Não existe. Mas está ali. É quase real. Quase.

Ela quase pensa que pode ser possível.

Ela quase pode ver os olhos de mar. E chora.

“Olha para mim
Nos olhos
Agora

Olha para mim
Sereno
Olhar

Anda ver aqui
Nos olhos
O mar

Vem partir na sensação
De que vamos viajar
Só nós dois na ilusão
De tanto amar

Vem daí com tua mão
Que eu quero acarinhar
Vem contar-me essa visão
Do teu olhar...”

(“O Olhar”, Madredeus)

Os olhos dele tingiam tudo o que havia ao redor, quando estava presente.

Presença invisível.

Saudades.

Pedaços.


Namarië,
Layla.

6 Pitacos:

Anonymous Wagner falou...

Do meu ponto de vista, saudades é pior que dor. A dor para quando a sua causa é cortada. Já as saudades não se trata de cortar e sim trazer para perto, o que muitas vezes não é possível.

Já pensaste em aplicar o ditado: "se Maomé não vai até a montanha..."?

3/09/2006 07:32:00 AM  
Blogger Turmalina falou...

E falando de saudade, a presença invisível é bem mais dolorosa.
Acho que somos capazes de viver uma vida inteira, invisível, ao lado de alguém...
Qto aos pedaços...dá um trabalho enorme sair por aí catando-os, mas vale à pena, lindinha!!!
Vc é inteira, lembra? ;o0
Beijos

3/09/2006 09:47:00 PM  
Anonymous Laís falou...

Não é nada agradável sentir saudades... Pior que sentir saudades de alguém querido, é sentir saudades de uma pessoa que gostaríamos de ter sido e nunca fomos!

Até mais!

3/09/2006 09:47:00 PM  
Blogger Turmalina falou...

Nossaaaaa....que carinha horrível eu fiz no cometário anterior!!!!
Ai vai uma novinha em folha: ;o)

3/09/2006 09:48:00 PM  
Blogger Turmalina falou...

Assim não dá: agora comi o "n" do comentário...
Volto depois, hoje não estou nos meus melhores dias...
Beijos

3/09/2006 09:50:00 PM  
Anonymous ... falou...

saudade doi, queima, arde, sufoca...faz apertar o peito, numa terrível e desesperadora sensação de incapacidade..."incapacidade"...pra mim a pior das sensações ja experimentadas...
mas a saudade nunca vem só...vem com ela lembranças, de momentos, de risos, de confissões, de carinho...e talvez seja exatamente essa a dor da saudade, a dor do "não ter mais"...dai pode-se olhar para o galeão que afunda, ou para o bote que te salva...
...o laços geradores desta saudade, são mais fortes que ela...pq saudade um dia passa, esses se regados com carinho, são eternos...por todas as vidas...
Namarie...
Boseh...

3/17/2006 01:59:00 AM  

Postar um comentário

<< Início